°Cöisäs ðë £ä£i°



E-mail

Sejam benvindos (as)....

Escrava


Teu poema, inclemente, me encarcera,
umedecendo, de gozo, os meus versos.
Espancando, com a pena, as minhas rimas,
se assanha, feito bicho, entre meus seios.
 
Teus dedos em tuas mãos; ágeis tentáculos,
aprisionam de vez minhas vontades,
deixando-me à mercê dos teus domínios,
amarrando-me os pulsos, como escrava.
 
O ar que me vem é da tua boca.
Meus gemidos, quem sufoca é tua língua.
Teu verbo, desconexo aos meus ouvidos,
me faz louvar - indecente - o teu nome.
 
Em minha barriga, passeia impune, o teu falo.
Sob teu corpo, o meu, é prazer e desgoverno.
Entre minhas coxas, tu desenhas a tua fúria,
em teu pescoço, cravo dentes de poesia..
 
Mariza Lourenço

Uma mulher

Uma mulher caminha nua pelo quarto
é lenta como a luz daquela estrela
é tão secreta uma mulher que ao vê-la
nua no quarto pouco se sabe dela
a cor da pele, dos pêlos, o cabelo
o modo de pisar, algumas marcas
a curva arredondada de suas ancas
a parte onde a carne é mais branca
uma mulher é feita de mistérios
tudo se esconde: os sonhos, as axilas,a vagina
ela envelhece e esconde uma menina
que permanece onde ela está agora
o homem que descobre uma mulher
será sempre o primeiro a ver a aurora.

Bruna Lombardi


ROSA

" A Rosa no meu leito
Seu corpo ao meu deleite
O aroma da Rosa
No Ar...
Assim como o meu gosto,
No seu paladar "

(Rosane Lima)





Histórico:

- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004



Outros sites:

- Cantinho da Lali *new*
- Estela
- Anjo Sensual
- Alma do Beco
- Antonio da Dri
- Borbo...rompendo..
- Bené Chaves...sonhos..
- Cherry
- Chega mais.."Dacio
- Dameuntango - Abilio- Coimbra
- Eros - Erotismo
- Eugeniainthemeadow
- Escondidas na net...Ro..
- Frog - Outra Voz
- *Encandescente*
- Ela nua é linda
- Intímus - Beatrice Russo
- Iluminando nossos dias
- Ilze Soares
- Linaldo...Zumbi..
- Lobo Praiano
- Loba, corpus et anima
- Marta Matos
- Na boca do lobo mau
- Noites em claro - Benno
- Oceanos e Desertos
- Pepit@
- Proseando com Mariza
- Pimenta com Chocolate
- Srta.Butterfly
- SS Mulher...*Tânia*
- Sensualidade e ...
- Sou uma Mulher *Li*
- Vasculhando..
- Umbigo do Sonho
- Slave
- Zênite - Adriana Zapparoli











Teu corpo seja brasa

teu corpo seja brasa
e o meu a casa
que se consome no fogo
um incêndio basta
pra consumar esse jogo
uma fogueira chega
pra eu brincar de novo

Leila Mícollis



 

 

Elegia a uma mulher desconhecida


Estivesse tu perto de mim
te faria comer este poema
e depois de juntar
meu corpo ao teu
ver-te-ia exalar com
odores inebriantes
letras de um desejo cego
de contensão:

A arte de te amar em versos.


Bené Chaves
 



 

meia noite em arrepios

ventos! carreguem os meus desejos
deposite-os no corpo da mulher
que sonha cometas
incêndios
gotas de orvalho e setas

beto muniz



 

acordado

que seja o teu querer
a exata medida do meu:
somente amanhecer
por saber que o gosto de nós
ainda nos cobre por lençol
e que todas as palavras
com todas as suas curvas
jamais descreveriam
as minhas nas tuas

antoniel campos



 

VOCÊ

Quando lembro de você,
Lembro dos seus olhos,
Da sua boca,
Das suas mãos,
Do seu corpo...
Lembro daquele olhar
Querendo dizer algo,
Imaginando loucuras,
Olhar de cobiça,
de gula...
Lembro dos seus lábios,
nos meus,
beijos quentes,
loucos beijos,
desejados há tempos...
Mãos alisando meu corpo,
Acariciando meu rosto,
Meu colo,
Meu ventre...
Tudo isso em pouco tempo,
Mas tempo suficiente
Para saber que você me quer
Assim como te quero,
Homem/Amante/Amigo...

Rosane Lima




eXTReMe Tracker

Código html:
Cristiny On Line



 

 

orquídea

 

ele quis ser a estufa onde ela floresceria desejo. deu-lhe o tronco, o adubo e a seiva. e cercou-a. ela desabrochou carnívora. entre suas pétalas ele viu-se esvaindo em sêmen e sangue. (Loba)

 Loba, corpus et anima

Tirou-me a capa
E escorreu-me sálivas.
Pelo meu corpo
Dedilhou o mapa.
Percebi volúpias vivas
Percorreu caminhos
Até o meu porto.
Em pensamento
Me capta.
Pré-sente os rodamoinhos
Cérebro torto!
Extasia-me
naquele momento

Cherry

em....

Conversa de Mulheres

DESEJOS INTENSOS

É só falar com você
Que já sinto que mexo contigo
Teu jeito de falar
De tentar disfarçar.
Hoje estou como gosta
Sensual
Safada
Sem vergonha
Com desejo a flor da pele
Quero te enlouquecer
Quero satisfazer
Suas mais loucas taras
E fantasias
Quero ouvir
Você implorar
Para sentir meu corpo
Minha Boca
Meu cheiro
Meu gozo.
Adoro te provocar
Adoro ver sua cara de tesão
Sabe que sou capaz
Que sou a mulher que gosta
Entre 4 paredes
Isso te excita mais ...
Deixa com a boca cheia d´água
Mordendo os lábios
Com um tesão inexplicável
Um dia vai ter
Nas suas mãos
O que hoje tem apenas
Nas imaginações...

Rosane Lima

 Sensualidade e Atualidade

"Era uma vez...£a£i"

"Cantinho da Laranja Lima"

 



- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...



 
 
CLAMOR

Quero-te amar
inexorável e
selvagemente.
E de teu ventre
fazer jorrar um
orgasmo misto de
dor e compaixão.
O grito mudo
de doar-se com
amargura.
 
Bené Chaves 
 
 
******

 

Desejo

em volta do teu umbigo
meu desejo passeia
ânsia de te possuir lento
abrigado ou ao relento
na tua ou na minha cama
sobre a grama ou a areia
tuas curvas acentuadas
e tua pele dourada
mexem tanto comigo
fazem vibrar minhas veias
que derretem-se ígneas
tenho-te sempre aqui dentro
em minha circulação sanguínea

Benno Assmann

Noites em claro

******

 

BEIJOS DE AMOR

Olhei aqueles lábios carnudos
Pareceram-me sequiosos
De beijos e carícias
Suas coxas
Protegendo-os como
Se muralhas fossem
Fremiam
Ao menor contacto
Do pretenso inimigo.
Os lados de fora
Daqueles lábios
Eram cercados por
Uma densa
Floresta de
Pelos pubianos
Macios e castanhos
Não suportei
Freneticamente,
De joelhos
Como que rezando
Aproximei meus lábios
E beijei-os
O prazer foi
Quase instantâneo
Enquanto as muralhas
Buscavam se fechar
Para prolongar o êxtase,
Teus lábios
Vermelhos e carnudos
Cada vez mais úmidos
Espargiam liquens de amor
Para molhar meus lábios beijoqueiros
De Prazer e Gozo
Foi esta noite de amor

Miguel S. Gabriel - Lobo Praiano

Lobo Praiano

******

 

Antes que de mim nada mais reste
 
 
antes que de mim nada mais reste,
traga-me de volta o que ainda sinto:
uma vontade latejando você;
arfares do nosso último momento
balbucios à luz da meia-luz;
urgências nos desconexos dizeres;
calmas nos sentires, nos tocares
e os risos de nós dois...
 
traga-me   ou melhor   trague-me,
aspire-me, transpire-me,
é só o que te peço:
una-me àquele quando seu.
muito? é muito o que te peço?
ah, é tão pouco ao tanto quanto sinto...
 
rendi-me à relembrança inda recente,
ornamentos que perduram como a palavra
sempre.
abafadiços do frescor de ainda ontem.
 
queimando-me por dentro,
uivando ao desespero,
estou a um passo do que posso,
opresso, ao preço que mereço.
 
mande-me de volta e com urgência
encontre-me por aí
um rastro, que seja, do que eu fui:
baixo-relevo à tua pele esculpido,
enlevo que a latência sonha ser,
implosão que desconheço até quando.
 
jângal pelo externo,
oásis-me o deserto interior.
 
delinqüe-me
esborôa-me
seja-me
perpetue-me no seguir de cada instante,
e antes da florida do cipreste,
traga a primavera dos amantes
ao par do vento leve que me deste.
lua e sol de mim, tal como antes, 
antes que de mim nada mais reste.

Antoniel Campos

Poros e Cendais

******

hoje postei blogs que amo de paixão...poemas lindos e sensuais...espero que gostem..visitem...

beijos aos que me visitam...

uma flor para você...com meu carinho...

meus blogs....

"Era uma vez...£a£i"

"Cantinho da Laranja Lima...£å£i"

 *********



- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...



Essência da Saudade

 
Passaste por mim
de madrugada
etérea, levemente
e foste sombra
Assim te perdi
quando entraste
na luz da manhã
Sinal visível
da tua passagem
a rosa vermelha
deixada no chão
do meu peito

 

Bucca Rosa

 
A tua boca rosa
húmida e exótica
é um porto de sonho
onde meu corpo de navio
lança a âncora do desejo
A tua boca rosa
macia, quente, preciosa
carnuda de tanta loucura
solta no meu peito
um milhão de cavalos
em desenfreado galopar
A tua boca rosa
fofa, doce, langorosa
quando beija ou toca
dá-me calor
arrepios, frémitos
ânsias, tonturas
sentindo-me eu desfalecer
e sempre na tua boca rosa
outras tantas vezes renascer

A tua boca rosa...!

 

Mais Desejo

 
O meu olhar cai sobre ti
como água fresca de Verão
desliza sobre o teu corpo
possuindo-te no abandono
Tudo em ti é fascínio
porque tudo exclusivamente
os cabelos, o brilho dos olhos
os lábios, pétalas rosa
a sombra que desliza dos seios
e o tesouro intímo e mágico
que ocultas tão meigamente
na elevação planetária de deusa
O meu olhar cai sobre ti
perpassando corpo e essência
suave, ternamente, comendo-te
Derivas para dentro de nós
realizas não haver distâncias
quando assim somos encontro
vivendo este morrer e nascer
entre suspiros feitos gemidos
tão loucos tão sentidos

MANUEL MARTINS GASPAR TOMÉ

O poeta de Macau...procurei saber mais sobre esse poeta, infelizmente não achei nada...quem tiver material sobre ele se puder, por favor me envie, email está ali do ladinho no perfil....agradeço...beijos...

http://usuarios.cultura.com.br/migliari/



- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...



Amor escorrido

O meu carro cheira a ti
O teu suor, preso nos vidros,
Pede que lhe desenhe corações
E setas.
Dos quais se soltem gotas
Não de sangue!
Mas de mais suor
Prazer que foi
Solto em gemidos,
Carícias evaporadas,
Beijos fervidos,
Corpos fundidos
E mais desejo
Escorrido em cada gota
Que nos abandonou o corpo
Nos vagueou na alma
E se condensou nos vidros baços
Que pedem corações
Desenhados,
Que cheirem a ti.

by Dameuntango

 

A natureza veste-se de cor para a morte
Assume vermelhos, castanhos e amarelos
Assume os seus tons caídos mais belos
Despede-se da vida numa dança forte

Entre folhas voadas rumo sem norte
Imagino teu corpo afagado em singelos
cair de folhas, com que construo castelos...
Muralhadas torres de que és contraforte

Vem, segreda-me cores do universo
Que a natureza pinta com magia
Na sua morte em tons de alegria...

Vem amar-me nas folhas imerso
Vem atirar-me folhas em verso
E da tua boca dá-me toda a poesia

by dameuntango

 

Poderia dançar em teu corpo a toda a hora
conheço cada espasmo, cada movimento
cada vacilo, arrepio... estremecimento
Poderia dança-lo, rodopiá-lo mesmo agora

Poderia ser parte de ti pela vida fora
unir nossos corpos em cada filamento
nossos passos nao se trocam, sao seguimento
Nossa tarde nao anoitece, é sempre aurora

Cada beijo seria petala daquela rosa
que entre nossos lábios sempre se entrosa
e que em nossa boca sempre permanece

cada espinho seria uma lágrima preciosa
caída durante o beijo que eu te desse
por amor rolada e que jamais se esquece

by dameuntango

http://dameuntango.blogspot.com/
http://poemas2.blogspot.com/

adoreiii os blogs.....parabéns...




- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...



AMOR TÂNTRICO

Lia de Oliveira

Primeiro a música
etérea
vaga pelo meu corpo,
me embala...
me transforma em espera...
Surges então
não se sabe de onde
e logo és bailarino
a rodopiar na minha mente
e a traçar no meu corpo
um poema divino,
que invade todos os meus poros.
Mas nada me fala,
só me afaga...
então me rendo
derreto-me...
em êxtase cósmico
deixo-te fecundar em mim
a alma.


Tua mão em mim

Marina Colasanti

Você me acorda no meio da noite
e eu que navegava tão distante
cravada a proa em espumas
desfraldados os sonhos
afloro de repente entre as paradas ondas dos lençóis
a boca ainda salgada mas já amarga
molhada a crina
encharcados os pêlos
na maresia que do meu corpo escorre.
Cravam-se ao fundo os dedos do desejo.
A correnteza arrasta.
Só quando o primeiro sopro escapar
entre os lábios da manhã
levantarei âncora.
Mas será tarde demais.
O sol nascente terá trancado o porto
e estarei prisioneira da vigília.

 

Fazer estrelas


Nalú Nogueira

Fazer amor como
quem faz estrelas
pari-las
vê-las
surgir em explosões
orgásticas
fantásticas
beleza plástica
de pernas entrelaçadas
peles entremeadas
ungidas
pêlos, sêmen,
suores bênçãos
soluços cálidos
sussurros tímidos
urgentes.


Passear a língua no
corpo
como alpinista
montes, depressões
escalas, o pico
o ápice
o pênis pulsa
tórrido
mármore
a língua feito artista
a desenhar sóis
nos mamilos
pernas abertas
frondosas árvores
sulcos
suculentos frutos
saliva
filetes
falsetes das vozes
roucas.



- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...



 

CONOCER LA NOCHE 

Para conocer la noche

hay que apagar las estrellas

 

Entrega

Una ola rompe violenta
en la playa de nuestros cuerpos
nos inunda un rugido de mar
contra las rocas.
Al retirarse,
lenta,
nos deja una brisa erótica
que nos envuelve
uniéndonos
para siempre
en un beso.


AMOR SOBRE TODAS LAS COSAS  

Centro de mis pasos

 mujer

te mimo

 te cielo

 te aterrizo

 me gusta amarte

sobre el techo

sobre el piso

sobre la arena

sobre la mesa

sobre todas las  cosas

en particular

sobre la cama

y por qué no

quererte

de lunes a domingo

a doble fuego

los días feriados

en sí

amarte más

de lo que dios manda

 

CONCIERTO A PUERTAS CERRADAS

 

      Con estas manos hechas para ti

            quiero

uno a uno tocar

      los instrumentos de tu cuerpo

 

al palparte

me salen tonos

partituras

música en fin

de todas partes

 

se precisa un golpe

      de batuta

  para tocarte sin desafinar

 

estás llena de violines

en ti los pájaros ensayan

sus últimas canciones

en ti debuta una alta fidelidad

que termina

entre mis dedos

haciéndote fraterna

amo tus instrumentos

cuando me inundas de sonidos

cuando tu cuerpo me nombra

el músico más grande

 

     que nadie se sienta herido

‑ni bach ni beethoven

            ni los trompetistas del juicio final‑

     eres un concierto

       que sólo yo puedo tocar.

 

Tomás Castro. Nasceu em Santo Domingo (capital da República Dominicana) em 7 de abril de 1959. Poeta, periodista, editor e animador cultural...
http://www.artelatino.com/Publicaciones/amor-quemarropa/autor.asp 


 



- Postado por: £å£i..
[ ] [ envie para uma pessoa especial ]

Haloscan Coments...